jjjjjjjjjjjCom prazer apresento um depoimento que há muito os atores vêm me solicitando sobre Dublagem. Este esclarecimento completo sobre esta Arte tão difícil e interessante me foi gentilmente concedido pela talentosa artista TELMA COSTA que há muito tempo dubla papéis principais de Filmes, Novelas e Seriados. Obrigada Telma por este presente.

77777777777tttttttttttttttttttttt7ESSA ARTE DE DUBLAR

ttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttTelma Costa
tttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttttt(Atriz, Cantora e Dubladora)


Segundo o Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, 2ª Edição Revista e Ampliada, DUBLAGEM é uma palavra originária do francês “doublage”, termo usado em referência ao Cinema e Televisão:
1. O registro da parte falada ou cantada da trilha sonora de um filme, geralmente na língua original e pelo próprio ator, após a realização da filmagem.
2. Substituição da parte falada ou cantada da trilha sonora original de um filme por outra, em idioma diferente.

DUBLADOR é aquele que dubla, que faz dublagem.

Por conta disso é preciso que o Dublador goste da arte da Interpretação, das Artes Cênicas. Mas... não é tudo.
É preciso que ele saiba ler com fluência e entender o idioma para o qual está dublando. Quanto mais ele dominar o seu próprio idioma melhor dublador ele será. Portanto, buscar constantemente aprimorar a própria cultura só vai lhe ajudar a ser um melhor profissional. Mas... também não é tudo

Formação


Para ser um Dublador é preciso fazer um curso profissionalizante de Teatro (atenção: muitos cursos de Teatro não são reconhecidos pelo MEC como profissionalizantes. É preciso, então, se certificar de que o curso em questão dá Registro Profissional de Ator). Há cursos de 1, 2 ou 3 anos. E há a Faculdade de Artes Cênicas, cuja duração é de 4 anos. Vai depender se o candidato pretende apenas ter o Registro Profissional, ou se deseja ir fundo nas Artes Cênicas para alçar outros vôos futuros.
Sem o Registro Profissional de Ator ele não conseguirá dublar profissionalmente em nenhuma Casa de Dublagem no Território Nacional. Portanto, não adianta fazer cursos de Dublagem sem que antes o candidato tenha Registro Profissional, pois sem este, ele não vai conseguir trabalho. Só as crianças podem trabalhar sem registro profissional, mas só até a idade de 12 anos.
Os Cursos de Dublagem pretendem dar ao candidato condições de entrar no mercado tendo experimentado várias situações em Estúdio, em diversos tipos de filmes e desenhos animados. Essas aulas deverão serem administradas por Dubladores competentes e experientes, e que tenham a capacidade didática de transmitir ao aluno as noções básicas da arte de dublar, para que ele possa, ao término de 3 meses (é o tempo normal de um curso) ser capaz de entrar na competição do mercado. Existem cursos de Dublagem especificamente para crianças. Mas, uma criança madura pode perfeitamente participar de um Curso de Dublagem para adultos. Isso em nada vai atrapalhar o seu desempenho. Vai depender da criança, do seu nível de maturidade e escolaridade.
Não é obrigatório ter participado de um curso de Dublagem para que o candidato ingresse na Dublagem. A única obrigatoriedade é a do candidato ter o Registro Profissional de Ator.

Carreira


Depois de ter o Registro Profissional nas mãos o candidato vai começar sua saga, visitando todos as Empresas de Dublagem que conheça e que permita suas visitas constantes (há estúdios que não permitem). Ele vai estabelecer contato como ator e candidato para com os Diretores de Dublagem, e pedir para assistir às dublagens. Essa etapa é muito importante, porque é quando ele terá a oportunidade de aprender com quem faz. É quando ele verá de perto todo o processo: de acordo com a dificuldade da cena os Dubladores verão uma, duas ou mais vezes ; corrigirão o texto traduzido (o texto já foi previamente traduzido por um tradutor especializado em tradução para dublagem) para que fique do tamanho da boca se movendo no original, observarão a intenção do ator no original naquele momento da interpretação daquela cena, marcarão no texto as pausas e micropausas que o ator deu no original, etc . Um outro aspecto muito bom de se observar é que o profissional erra, e muitas vezes erra muito, até chegar no ponto certo e satisfatório para o Diretor de Dublagem. Erra na interpretação, erra na pronúncia, erra no tamanho do texto em relação à boca se movendo na tela (muitas vezes o texto esta maior que a boca, ou mais curto). Saber que “errar faz parte do processo” vai ajudar o Dublador a relaxar, a ficar menos tenso, a ficar sem tanto medo de errar, a não ficar se achando ruim só porque erra e isso levá-lo a prejudicar a sua auto-estima, atrapalhando o seu rendimento como intérprete. Estando relaxado, com a atenção só no trabalho, ele vai acertar mais.

Qualidades necessárias


Ser um bom Dublador é ser capaz de estar relaxado para poder interpretar, ter uma grande capacidade de concentração, uma leitura rápida, uma capacidade de pensar rápido para encontrar soluções que o ajudem a entender, corrigir e atuar melhor.
Não adianta querer “imitar” o ator no original pois o resultado será canastra. O dublador tem que pegar o “espirito da coisa” e colocar a sua própria maneira de dizer aquilo naquela intenção do texto, naquela intenção original da cena.
Não é preciso ter voz de locutor, nem voz potente, nem bonita ou sensual. Não é preciso saber fazer diferentes tipos de vozes, isso é útil para desenhos animados, mas existem outras coisas na Dublagem que não precisam necessariamente de “tipos”. É claro que quanto maior as possibilidades vocais do dublador maiores serão suas possibilidades de trabalho no mercado.

Condições de Trabalho


No Brasil é raro acontecer do dublador levar o filme para casa, para assistir e estudar antes da gravação em estúdio. O que dificulta bastante a compreensão prévia das cenas. Isso já não acontece em outros países como EUA, França, Inglaterra, Itália, etc. O Dublador chega no estúdio sem saber do que se trata. O Diretor de Dublagem lhe explica do que se trata o filme ou o seu personagem e a Dublagem começa, nem sempre na ordem normal das cenas daquele personagem no filme. Ás vezes a Dublagem começa de trás pra frente. Depende do quanto isso vai facilitar para a rapidez do resultado, já que o tempo todo se está “contra o tempo”, e “tempo é dinheiro” para o dono da Empresa de Dublagem, e consequentemente, para o Diretor de Dublagem, que tem que apresentar um orçamento enxuto. É claro que toda essa pressão atrapalha o resultado, mas é assim que é e nessas condições é que temos que tentar fazer o melhor. Quem sabe um dia as condições de trabalho melhorem.

Em muitas ocasiões a dublagem é feita com os atores separadamente. Por ex.: se a cena na tela tem 2, 3 ou mais pessoas, nem sempre haverá o mesmo nº de Dubladores em volta da bancada (onde fica o texto) para dublar aquela cena. Às vezes a cena tem mais de uma pessoa e o dublador fica sozinho no estúdio, sem seus colegas de dublagem. Quando isso acontece ele vai dublar apenas a sua parte e na Mixagem colocar-se-á todas as dublagens respectivamente juntas.

O Dublador deve respeitar a Direção, tentando entender o que o Diretor de Dublagem quer dele naquela cena. Ele também deve respeitar o colega que está dividindo a mesma bancada que ele.

Pontualidade é uma das maiores obrigações de um dublador.

Voz


Para uma maior saúde vocal o Dublador deve estar atento ao cuidado com suas cordas vocais. Estar sempre com um casaco de frio, pois os Estúdios são gelados. Deve beber água, em temperatura normal, constantemente para hidratar suas cordas vocais. E deve consultar periodicamente um Fonoaudiólogo para receber orientações de exercícios vocais que auxiliem no cuidado ao aparelho fonador.

Saber inglês (quase todos os filmes são em inglês no original) não é pré-requisito para um Dublador mas ajuda para um melhor entendimento da cena que vai gravar.

Em papéis principais de um Longa-metragem, Novela ou Seriado, são escolhidos de 3 a 5 Dubladores (dependendo do critério do Estúdio de Origem, ou da Empresa de Televisão que está contratando a Empresa de Dublagem) para fazer o teste de uma determinada cena , onde será escolhido um para o papel). O critério de escolha desses atores para o teste varia de Empresa para Empresa de Dublagem.

Cuidados


O Dublador deve ter o cuidado de ir para o Estúdio de Dublagem tendo tomado banho e escovado os seus dentes, já que estará trabalhando em um local fechado e isolado acusticamente, com uma rotatividade grande de pessoas ali naquele mesmo ambiente o tempo todo, e normalmente ao lado de outros colegas; e vestido adequadamente para um ambiente de trabalho sério, muitas vezes divertido mas sério. Por causa do ambiente fechado e da grande rotatividade de pessoas no mesmo ambiente o Dublador deve evitar dublar gripado ou com alguma doença contagiosa; portanto, ele deve avisar a Empresa e ao Diretor de Dublagem se alguma alteração de saúde acontecer, seguindo os critérios da Empresa para o caso.

Vencimentos


As Empresas pagam por hora de trabalho. O preço varia se o Dublador é funcionário contratado ou eventual, e varia de um Estado a outro no Brasil. A Classe dos Dubladores não tem Sindicato próprio; está filiada ao Sindicato dos Artistas. Sua voz, como classe, não tem, infelizmente, muita expressão, estando muito exposta às pressões por parte dos donos das Empresas de Dublagem. Por esse motivo, no Brasil, ganha-se mal numa profissão que, em alguns países, o salário corresponde até a uma porcentagem do que o ator recebeu para fazer o filme original. Todas as conquistas diante das Empresas de Dublagem são feitas à base de muito esforço por parte de uma minoria.

Empresas de Dublagem


Já existem alguns fãs-clubes de seriados aqui no Brasil, onde os Dubladores são constantemente chamados para debater sobre o seu trabalho e outros assuntos ligados à Dublagem.

Os telefones de algumas Empresas de Dublagens no Rio de Janeiro, para maiores informações, são:

Audio-News:22572-980
Cinevídeo:2286-6998
Delarte: 2288-7989
Double-Sound: 2589-1352
Dublamix:2570-2027
Herbert Richers: 2257-8142
Sincrovídeo: 2284-0115
Vanmahen: 2524-7978

Assim, tendo uma ampla visão de tudo o que engloba essa arte, o aspirante à Dublagem pode fazer sua escolha com mais consciência.


Telma Costa

Telma, mais uma vez obrigada por esta aula que tanto interesse irá despertar aos atores candidatos a dubladores. Você como dubladora talentosa e experiente de seriados como “Barrados no Baile” e novelas como “Café com Aroma de Mulher” conseguiu melhor que ninguém dar um depoimento tão completo. Beijo carinhoso Marília.

 

 

         

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© Todos os direitos reservados - Ano 2002