Dificuldades de Fala

AOS MEUS BAIXINHOS COM CARINHO

HISTÓRIAS DE CRIANÇA

Adoro quando aquela moreninha de 4 anos,cheia de personalidade, não quer ter alta e diz para mãe:
- Eu não quero falar coca cola,eu telo fala tota tola,e de nariz em pé vai embora com uma taça na mão de prêmio.

Já a ruiva indo ao teatro com os pais,quando todos começaram a bater palmas e em coro repetir:Começa! Começa!,uma menina que estava atrás dela grita também :Tomeça!Tomeça e ela cheia de autoridade vira-se para trás e diz:
- Não é tomeça ,é Tomeça!!!

Boa também é a do meu gordinho esperto de 5 anos que me avisa ao entrar na aula:
-Hoje lá no colégio vai uma Fono fazer teste em todo mundo.
- Cuidado com o/ L/ ,aconselho ,levanta bem a língua ,aposto que ela vai mandar você dizer bloco e o nome do seu preto e vermelho querido.
-Deixa comigo, diz ele.A noite me liga todo satisfeito:
- Tia Marília falei tudo certo.
-Que bom ,e ela perguntou o nome do seu time?
- Perguntou.
-E você?
- Eu disse que era Vasco.

COMO DESENVOLVER A LINGUAGEM

Acredito na Estimulação Precoce.

Aos Pais:
.Conversem com a criança com linguagem fácil,articulação correta e ritmo calmo.
.O bebê conforto é o amigo do desenvolvimento dos sentidos e percepções.
.Assim que o bebê puder ficar sentado confortável no bebê conforto,leve-o para todos os espaços da casa onde a mãe ou responsável estiver.
.Tudo deve ser mostrado-Visão,cheirado-Olfato,sonorizado-Audição,provado-Paladar, e tocado-Tato, aguçando assim suas percepções.
Com isto estamos trabalhando a atenção da criança ,tão necessária para sua aprendizagem e o desenvolvimento de sua inteligência ,criatividade e linguagem.
Nesta hora a criança já está desenvolvendo sua linguagem interior-Ele entende tudo dizem os pais!
.O mesmo pode ser feito ao passear na rua e na pracinha de carrinho.Lá vai o bebe conforto para dentro do carrinho,assim ele não fica no fundo do carrinho com vários brinquedos pendurados junto ao rosto.
Sempre passeie com a criança virada para quem empurra ,só assim se pode conversar,mostrar a ele a natureza pródiga em beleza,sons e odores.

Já foi provado que a partir de dez meses podemos iniciar a estimulação à leitura de logomarcas espalhadas pela cidade em outdoors ou revistas.Ex: Ao passar sempre pelo anuncio de Coca cola ,mostrar e dizer COCA.Em pouco tempo ele estará lendo.Ligar o símbolo do McDonalds à batatinha que ele gosta, logo estará olhando e chamando batatinha,batatinha sempre que avistar , inclusive de sua cadeirinha no banco do carro.

Após seis meses,já foi provado em estudos realizados por psicólogos franceses,que a criança que mais se desenvolve é aquela que assim que possível vai para a creche. Se os pais trabalham fora o dia inteiro,lugar de criança é na escola.Seu desenvolvimento é bem maior ,pois estará se socializando com outras crianças de sua idade e estimulado por profissionais capacitados.

A música , o canto e a dança, devem fazer parte da vida da criança,pois desenvolverá sua linguagem, ritmo,percepção auditiva,coordenação motora e percepção visual na imitação dos movimentos.

Quando levar ao Fonoaudiólogo ?

No desenvolvimento da fala da criança é normal uma Dislalia de evolução,ou seja trocas ou omissões de fonemas de acordo com sua idade cronológica .
Digo sempre que a criança no dia do seu aniversário de 5 anos deve cantar o Parabéns pra você todo certo e dizer Obrigado pelo presente. Se não o fizer, está na hora de procurar uma Fono,pois algumas escolas atualmente iniciam a alfabetização nesta idade,e neste caso ele começará a falar e escrever errado.

Há porém casos a parte como por exemplo o atraso de linguagem . A criança às vezes fala somente as vogais aos dois anos e meio, e estando já na escola os outros coleguinhas começam a ignorá-lo ou ridicularizá-lo.Ele vai se isolando e evitando muitas vezes ir ao colégio.Está na hora de procurar uma Fono que dará a estimulação necessária ao seu desenvolvimento e orientação adequada aos pais.

O Sigmatismo, projeção de língua entre dentes nos fonemas/S/ e /Z/ associado a Deglutição Atípica ,a partir de 4 anos ,podem provocar futuramente sérios problemas de projeção de arcada. Muitas vezes observa-se ainda uma respiração bucal exagerada que também deve ser tratada logo.

Outra problemática de fala que preocupa os pais é a Gagueira.Assim como a Dislalia ,existe a Gagueira de evolução em crianças entre 2 e 5 anos,causadas pela perda de uma pessoa muito chegada a ele,o nascimento de um irmãozinho,separação dos pais etc.Neste caso é deixar passar sem chamar muita atenção procurando estar atento ao problema emocional causador desta Gagueira.Após os seis anos já é caso de tratamento.A fala rápida atropelada também é um tipo de gagueira que deve ser cuidada.Aos que chegaram a idade adulta com todas estas problemáticas citadas,venha tratar-se,tem jeito rápido.

FLUÊNCIA

O que é fluência? É você falar sem atropelar as palavras , dizer palavras que apresentem dificuldades sem perder a continuidade da frase ex : Sacha ,os sons de sa e cha são semelhantes, diferem na articulação e com a proximidade se misturam.

Outros sons que costumam pregar peças em quem tem que falar um texto maior ou frases longas,são /j/ e /z/ e /l/ e /r/ brando ex: exigente, cabeleireiro.

As pessoas que falam muito rápido devem treinar bastante o trava língua, mas em ritmo de conversa.

Outros nomes que atrapalham a fluência são os estrangeiros, que devem se treinados com a pronuncia correta separadamente, antes de serem falados dentro do texto. Os termos em latim tão usados pelo advogados devem também ter o mesmo tratamento.

Um outro item importante é o vício de linguagem como:entendeu?
veja só, ê ê, né né, certo? E o famoso pobrema , que não adianta ser treinado ,pois na hora do nervosismo sairá errado.Deve ser jogado na lata do lixo.Ou seja, você resolverá qualquer questão, caso ou dificuldade mas nunca pobrema. Quanto aos né e outros vícios citados, devem ser excluídos de sua fala através de sua observação.

Como já falei no link Fala em Público, a leitura de um parágrafo por dia em voz alta até se sentir um locutor é um santo remédio.É só treinar.

Vamos desenrolar a língua - Clique aqui

 

 

         

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© Todos os direitos reservados - Ano 2002